Saiba Mais

Desenvolveu ao longo dos últimos 20 anos aproximadamente 2.000 MW no âmbito do Proinfa e no regime de Leilões (ACR-Ambiente de Contratação Regulado), além de monitorar 32 estações anemométricas. Mantém parcerias com fabricantes nacionais e estrangeiros e com investidores para viabilizar a construção das centrais. Também é responsável pelo desenvolvimento do sistema de distribuição, da subestação elevadora, da linha de transmissão e da conexão elétrica com a rede básica (Sistema Interligado Nacional - SIN).Coordenação dos estudos de regime permanente, regime transitório, para atender a ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) bem como as empresas do SIN.